Véu de noiva


NOME CIENTÍFICO: GIBASIS PELLUCIDA
NOMES POPULARES: VÉU-DE-NOIVA
O VÉU-DE-NOIVA É UMA PLANTA HERBÁCEA, PENDENTE, PROSTRADA E FLORÍFERA DE ELEVADO VALOR ORNAMENTAL, TANTO PELA TEXTURA E COR DA FOLHAGEM, COMO PELA FLORAÇÃO ABUNDANTE E PERMANENTE. É MUITO RAMIFICADA, COM RAMOS DELICADOS, ARROXEADOS E COM NÓS ARTICULADOS. AS FOLHAS SÃO OVAIS A LANCEOLADAS, ACUMINADAS, DE COR VERDE-ESCURA, COM A PÁGINA INFERIOR ARROXEADA. AS FLORES SÃO PEQUENAS, SOLITÁRIAS, BRANCAS, COM TRÊS PÉTALAS, AXILARES OU TERMINAIS, E SE FORMAM DURANTE O ANO TODO.
O VÉU-DE-NOIVA É UMA PLANTA EXCELENTE PARA VASOS E CESTAS PENDENTES. SUA TEXTURA CHEIA E O PONTILHADO DELICADO DAS FLORES TRAZEM UM CHARME TODO ESPECIAL PARA VARANDAS, PÁTEOS, SALAS DE ESTAR, ENTRE OUTROS AMBIENTES INTERNOS OU EXTERNOS. SUA MANUTENÇÃO É FACÍLIMA, EXIGINDO APENAS LEVES PODAS PARA RENOVAÇÃO DA FOLHAGEM QUANDO NECESSÁRIO, BOA IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÕES ORGÂNICAS SEMESTRAIS. ESTES PEQUENOS CUIDADOS SÃO SUFICIENTES PARA MANTER A BELEZA DESTA RÚSTICA ESPÉCIE. NO JARDIM, ALÉM DE COMPOR MAGNÍFICOS JARDINS VERTICAIS, ELA TAMBÉM SE PRESTA COMO FORRAÇÃO, EM CANTEIROS SEMI-SOMBREADOS, MAS TEME O PISOTEIO.
DEVE SER CULTIVADA SOB MEIA-SOMBRA OU LUZ DIFUSA, EM SUBSTRATO FÉRTIL, COM BOA CAPACIDADE DE RETENÇÃO DE ÁGUA, PORÉM DRENÁVEL, ENRIQUECIDO COM MATÉRIA ORGÂNICA E IRRIGADO COM FREQÜENCIA. NÃO TOLERA GEADAS OU FRIO INTENSO. REDUZIR AS REGAS NA ESTAÇÃO FRIA. EM CONDIÇÕES DE POUCA LUZ, DESENVOLVE-SE MAIS ESPARSA E PODE NÃO DESENVOLVER A COR ARROXEADA.